Dicas de Cordel

icone facebook icone twitter icone gplus icone whatsapp

AUTORES INDEPENDENTES

Quem tem o que fazer não pode depender de políticas de governo para produzir. Não é salutar fazer do poder público o tutor do trabalho criativo. Isso, comumente gera retardo na produção e no resultado da obra que se realiza. A parceria de quem faz é com quem precisa do que é feito.

Quando o autor espera pelas mãos do estado, fatalmente desemboca em rios de lamúria, desgosto, revolta, desânimo, cansaço, fracasso e frustração. Não produz. Morre com os talentos enterrados no solo envenenado do marasmo. Não é bom ver habilidades escondidas sendo sucumbidas à espera do nada. Não é bom se contaminar com a corrupção e ficar submisso aos que lhes prestaram serviços de incentivos através de políticas públicas de interesse pessoal.  

O autor tem que se ver como um trabalhador normal, que para sobreviver tem que agir, madrugar, trabalhar, batalhar, vencer. Tem que conhecer o seu público, vê-lo, atendê-lo em suas necessidades. Toda arte deve ter um fim útil.

A educação é o fim útil de toda arte.

dicas-de-cordel


« Voltar