Dicas de Cordel

icone facebook icone twitter icone gplus icone whatsapp

DICAS SOBRE RIMAS

dicas-de-cordel

Embora existam três tipos de RIMAS para a composição de poesias rimadas, utilizamos no cordel apenas uma, a CONSOANTE.

A rima CONSOANTE é aquela que a partir da sílaba tônica, tem a exata correspondência de sons: alumiasse = face; refletor = fulgor:

Queria ver sua face
Clara como um refletor
Para que me alumiasse
Muito mais com seu fulgor

As outras duas formas de RIMAS são a TOANTE e a ALIRANTE.

A TOANTE se dá quando duas ou mais palavras têm na sílaba tônica a mesma vogal: Cand(u)ra = d(u)pla; Av(i)sa = bon(i)ta.

Um cantando ao outro av(i)sa
Vamos duelar em d(u)pla
Mas sem perder a cand(u)ra
Pra coisa ficar bon(i)ta.

Embora a sonoridade pareça estranha para quem tem a expectativa de ouvir sons iguais entre as duas palavras rimadas, como na rima consoante, a rima TOANTE é bastante utilizada na música e sua sonoridade se aproxima muito da consoante ao ouvirmos a interpretação do cantor, acentuando a nota musical sobre a vogal tônica, fazendo uma ponte de audição agradável entre as duas palavras, dando a impressão de estarmos ouvindo a rima consoante.

A RIMA ALIRANTE está totalmente fora de uso e é fundamentada na aliteração (mesmo som inicial) das primeiras palavras de cada verso. Para não ficar muito esquisito aplicamos também a rima consoante, no exemplo abaixo, embora ela não altere o sentido da aliteração.

Por pura profanação
Perdoe-me porque pequei!
Pelo pecado passei
Para pedir-te perdão!

Dicas de cordel!


« Voltar