Produtos

icone facebook icone twitter icone gplus icone whatsapp

PRAIAS DE PERNAMBUCO De Norte a Sul


Autor: Abdias Campos
____________________

Litoral pernambucano
De norte a sul, vaza o mar
Com cheiro de maresia
Com energia que dá
O Sol à costa praieira
Desta terra brasileira
De beleza singular

Botando os pés para andar
Na areia quente ou na fria
É fácil sintonizar
A freqüência da alegria
Ora pelos coqueirais
Outras pelos manguezais
Em águas de calmaria

Do Norte, ali, principia
Em Carne de Vaca, a praia
Ponta de Pedras, depois
Catuama e nesta raia
Vem Barra de Catuama
Que a natureza declama
Para que o mar se contraia

Ponta da Ilha, tocaia
A Praia de Atapuz
A do Lance dos Cações
Descanso pra fazer jus
Tem a Praia do Sossego
Mares que nos dão apego
Feitos do Senhor Jesus

Sob este manto de luz:
Enseada dos Golfinhos
A Praia de Jaguaribe
Do Pilar, ali, juntinhos
Quatro Cantos, Rio Âmbar
Baixa Verde, pra chegar
Bota-se os pés nos caminhos

Escutando passarinhos
Chega-se a Forno do Cal,
A Praia do Forte Orange
De história Magistral
A Coroa do Avião,
Praia da Gavoa, vão
Dando cor ao litoral
Extensivo manguezal
Há em Marinha Farinha,
Nossa Senhora do Ó,
Conceição, praia vizinha
Também tem Pau Amarelo,
Praia do Janga, que é elo
De toda a costa marinha

Em Olinda se alinha
A Praia do Rio Doce,
Praia da Casa Caiada,
Bairro Novo que encantou-se
Com a Praia do Farol,
Carmo e Milagres, ao Sol
Que em Del Chifre, findou-se

Como se tudo isso fosse
Pra nossos olhos, conforto
Como uma viagem passa
Por caminho reto e torto
Por vida que se levanta
Como o nascer de uma planta
Na sementeira de um horto

Recife, a Praia do Porto
Hoje entregue aos navios
Depois, Brasília Teimosa
A praia dos desafios
Praia do Pina e a imagem
Da bela Boa Viagem
Por muitos anos a fios

Indo sem fazer desvios
Chega-se em Jaboatão
Dos Guararapes pra ver
Toda aquela dimensão
Das Praias de Piedade,
Candeias, desta cidade
Barra de Jangada, são

Mexendo com o coração
O Litoral Sul começa
Bem na Ilha do Amor
E depois que lhe atravessa
Na Praia do Paiva passa
E de Itapuama abraça
Praia do Xaréu depressa

A beleza ali confessa:
Enseada dos Corais,
A Praia de Gaibu,
De Calhetas e outras mais:
Cabo de Santo Agostinho,
Do Paraíso, vizinhos
Dos mais belos coqueirais

De Suape, vê-se o cais
De uma praia portuária
A de Porto de Suape
(Riqueza extraordinária)
Da nação pernambucana
Pois sua orla praiana
Se apresenta voluntária

O vento tocando a ária
Para a única voz contralto
Pela Praia de Camboa
Passando por Muro Alto
Cupe e Porto de Galinhas
Gamboa, suaves linhas
Da brisa, de sobressalto

Distante do chão de asfalto
Maracaípe incedeia
As ondas que se levantam
Maré baixa, maré cheia
A Praia de Enseadinha,
Serrambi, ali, vizinha
A água do mar floreia

É só pôr os pés na areia
Que a cada passo, um caminho
Vai-se a Praia das Cacimbas
Depois, Praia do Toquinho,
Barra de Serinhaém
E a outras praias, também,
Andando devagarzinho

Vendo o mar em desalinho
Na Praia do Guiamum
E na Praia da Gamela
A Ver o Mar, qualquer um
Ouvindo os velhos coqueiros
De Guadalupe a Carneiros
Vê-se num canto incomum

Vá a todas as praias Pernambucanas 
passeando pelos versos deste cordel,
adquira-o neste site.

apenas
R$ 2,99

Frete grátis
para todo Brasil